16 jul 2010

Participação especial de hoje: Mustafá e Elvis

Cris

As participações de hoje são fofíssimas: o Mustafá e o Elvis! Gente, vocês vão poder conferir como esses dois peludos são lindos logo abaixo… :) Eles são os ‘donos’ da Tatiana e do Vital. Ele é professor no mesmo Centro Universitário no qual também dou aulas e os dois têm um estúdio de gravações mara! E eu nem imaginava que eles tinham e gostavam tanto de gatinhos…

Bem, mas chega de lero-lero… com vocês, Mustafá & Elvis!!!

Lãs, Linhas & Pelos – Há quanto tempo o Mustafá e o Elvis estão com vocês?
Tati & Vital – O Mustafá tem 4 anos ( 04/03) e está conosco desde os 2 meses de idade. O Elvis vai fazer 4 anos dia 18/09 e está conosco desde uma semana de vida.

LLP – Eles foram comprados, presenteados ou adotados?
TV – O Mustafá foi comprado em um criador especializado em Persas e o Elvis foi adotado. Estava em uma gaiola na calçada de uma loja de ração com mais uns 7 gatinhos. Era o único que não miava e eu achei que era porque era bonzinho, mas estava super doente. Levei ele pra casa na hora e começei a cuidar dele. Até hoje ele não sabe miar, ja que o Mustafá também não miava muito. Só faz um barulhinho quando quer comida.

LLP – São vacinados e/ou castrados? São mantidos dentro de casa/apartamento?
TV – Os dois são castrados e foi a melhor coisa que eu fiz. Moram no apartamento conosco e nunca foram na rua, mesmo quando morávamos em casa. São super caseiros e nem me dão trabalho quando tenho que levá-los ao veterinário ou para tomar banho.
São vacinados. Como os pelos caem muito, a cada 3 meses eu os raspo. Facilita pra mim e tenho a sensação que o Mustafá adora, pois não enrosca pelo na boca dele quando ele se lambe.

Filhinhos peladinhos... :)

LLP – Tinham alguma experiência anterior com gatos? De quem foi a ideia de ter um gato como animalzinho de estimação?
TV – Nunca tive animal de estimação. O Vital sempre teve gato. Com a morte do Billy, ele disse que nunca mais gostaria de ter gato pois tinha sofrido muito. Ele viajava muito, pois na época dava aulas em várias cidades, e eu ficava muito sozinha. Como nunca fui muito fã de cachorro, acabei querendo um gato. Em uma ida ao shopping, vi o Mustafá, que estava com mais 2 irmãos. Mas ele olhou pra mim e gritou ‘Táááááááti” com um ronrono incrível (não ria por favor).
Depois de uns meses eu comecei a trabalhar no estúdio e ficava muito tempo longe de casa e, toda vez que chegava em casa, o Mustafá tinha feito coco ou no tapete ou no sofá, ou vomitado, afff! Aí me falaram que era porque ele era sozinho e tinha que chamar a atenção (na verdade eu adorei a ideia e quis um irmão pra ele). Foi aí que o Elvis entrou em nossas vidas.

LLP – Vocês acreditam que existe um certo preconceito das pessoas com relação aos gatos?
TV – Com certeza. Muito preconceito. Quando falo que tenho gato as pessoas arrepiam, mas quem tem sabe o quanto é bom.

LLP – Como é a convivência entre os dois, Mustafá e Elvis?
TV – OS dois são como irmãos. O Mustafá é mais reservado e o Elvis é arteiro.
Então, quando o Elvis quer brincar, ele não quer saber se o Musta quer, já vai mordendo o rabo e pulando sobre ele, até o Musta estressar.
Vira aquela pelaiada pela casa. Mas quando vão dormir só dormem juntos, sempre, em qualquer lugar ou a qualquer hora, como vocês podem observar nas fotos.

LLP – Como eu costumo falar, além de pelos e bagunça, o que os dois gatinhos acrescentam na vida de vocês?
TV – Não tenho palavras pra descrever. Eles são luzes em nossa vida. São como filhos mesmo, são a nossa preocupação, são a nossa diversão, fazem parte completamente de nossas vidas.
É reconfortante chegar em casa e vê-los nos oferencedo todo o seu amor. É MARAVILHOSO.

Não são muito fofos??? :) Essas participações especial são sempre deliciosas. E, para finalizar, um (entre muitos) dos vídeos da dupla que está no Youtube. Divirtam-se a até a próxima participação!! Ah, e só para lembrar: se quiserem ver a sua história de amor com seu bichinho publicada aqui, basta enviar um email para cris@laslinhasepelos.com.br. ;)


18 jun 2010

Participação especial de hoje: Darth e Yoda

Cris

A dupla da participação especial de hoje é, no mínimo, inusitada… um dálmata e uma maritaca, cujos donos são o Breno e a Thaís (obs: o Breno é meu companheiro de trabalho e amigo… na realidade, meu karma de outras encarnações :P ). Tudo bem que não foi nada planejado. Ou melhor, o Darth (o dálmata da história) foi planejado sim, já a Yoda… rsrsrs Ela passou a fazer parte da família depois de entrar, sem ser vista, no carro do Breno e atacá-lo enquanto ele dirigia. Acabaram se machucando um pouco, a Thaís ficou cuidando dela e o resto, vocês já sabem, é história… ;)

Com vocês, na participação de hoje, o Darth e a Yoda!

Lãs, Linhas & PelosQual a raça e há quanto tempo o Darth está com vocês?
Thaís e Breno – Darth é um Dálmata extremamente carinhoso e muito arteiro, está em nossa família desde 13/02/2009. Chegou com apenas 1 mês e ainda não tinha nenhuma pinta.

Darth com 1 mês

LLPSeus animaizinhos foram comprados, presenteados, adotados ou outros?
TB – Darth foi comprado para me proteger e fazer compania enquanto o Breno está trabalhando. =)
A maritaca Yoda, foi adotada, digo, nos adotou em março desse ano quando resolveu “invadir” o carro e “atacar” o Breno em plena avenida… Hoje ela está no quintal de casa e provoca muito ciúmes no Darth.

A Mestre Yoda :)

LLPO cachorro é vacinado e/ou castrado?
TB – Darth tem todas as vacinas em dia. Quanto a castração o Breno não pode nem ouvir falar no assunto, segundo ele é uma questão indiscutível de corporativismo masculino. Estamos procurando por uma dálmata para ser sua namorada, pois queremos um filhinho dele (que se chamará Luke).

Verdadeiro cão de guarda!


LLP
Qual a sua experiência com animais de estimação e o que eles acrescentam nas suas vidas?
TB – Eu sempre adorei animais de estimação. Quando criança tive duas poodles, um coelho e vários canarinhos. O Breno também conviveu com animais de estimação na casa dos pais, mas só o Darth conquistou de verdade e derreteu seu coração. ;)

Bebendo água

LLPComo a maritaca e o cão convivem?
TB – Posso pular essa? rs… É uma relação de paz e guerra. Paz quando a atenção está voltada para o Darth e guerra quando abro o viveiro para tratar dela… Fora isso, tudo bem, mas ainda assim evitamos deixá-los próximos quando estão sozinhos… rs

Tirando uma soneca com o primo

LLPLembra de alguma passagem engraçada ou marcante que tenha vivido com eles?
TB – Todos os dias são especiais, Darth vive nos surpreendendo. Primeiro aprendeu a abrir portas, depois aprendeu a pedir água na torneira do tanque, descascar mangas e atacar os passarinhos que tentam comer a ração dele, mas a sua especialidade é a construção de tuneis. O caso mais engraçado foi quando ele, ainda bebê, arrancou uma planta de um vazo da minha mãe para poder deitar tranquilamente na terra fresca. Desse momento tiramos uma das fotos mais bonitas dele.

Já pensou se brota???

O verdadeiro "cão chupando manga" :D

Já a Yoda faz o que toda boa maritaca faz, imita. Ela começou resmungando quando a gente conversava perto dela, depois começou a me imitar tossindo, hoje como já está mais a vontade, ela canta quando eu peço ou quando ouve os assovios do Breno.

Obrigada, Thaís e Breno!! Desculpem ter abusado tanto de vocês, mas eu acho esse par muito diferente, mereciam sair na internet… :D

Beijos!!!!


14 jun 2010

Participação especial extraordinária: GeekCats

Cris

Só no sábado eu recebi as respostas da entrevista do Leandro e da Michelle, os responsáveis pelo site GeekCats e pais do Mike, da Nina e da Ísis. E é claro que não poderia esperar até sexta para publicá-la, pois tem muita coisa interessante, incluindo o Balaio de Gatos.

Com vocês, os GeekCats!! E o Leandro, a Michelle, o Mike, a Nina e a Ísis. Confiram. ;)

Lãs, Linhas & PelosHá quanto tempo o Mike, a Ísis e a Nina estão com vocês? E quem são vocês, é claro… :D
Leandro e Michelle – Olá, nós somos o Leandro e a Michelle, papais do Mike, da Nina e da Isis, os gatinhos que inspiraram os GeekCats!
O Mike e a Nina estão conosco há 6 anos e meio. Foram adotados da mesma ninhada. A Isis veio 1 ano e meio depois, da ninhada de uma gatinha do pai da Michelle. Não resistimos e acabamos trazendo ela pra casa também :)
O humor das tirinhas é impagável!

LLPEles foram comprados, presenteados ou adotados?
LM – Eles foram adotados! É por isso que damos tanto apoio a adoções. Na época a grana estava muito curta e a Michelle queria muito um gatinho. Pois ela saiu a cata de gatinhos para doar. Revirou Petshops e quadros de aviso.
Hoje, com o Balaio de Gato, esperamos que as pessoas achem seus gatinhos de maneira muito mais fácil, basta entrar no fórum e escolher seu estado.

LLPSão vacinados e/ou castrados? São mantidos dentro de casa/apartamento?
LM – São vacinados e castrados. O Mike foi o primeiro a ser castrado. Pouco tempo depois a Nina teve piometra e teve o útero retirado. Com a Isis esperamos uns dois cios e castramos também.
Eles são mantidos dentro de casa desde pequenos. Achamos que é mais seguro para eles e mais higiênico para nós, pois dormem conosco. A Isis andou nos enganando e dando uma escapadelas, por isso reforçamos a “segurança”!

Mike, Nina e Ísis

LLPTinham alguma experiência anterior com gatos?
LM – A Michelle desde criança teve gatos então, quando tivemos nosso cantinho, ela sentia muito a falta de um gatinho ronronando pela casa. Eu fazia barunhos estranhos, mas não eram ronronos e não queria nem saber de gatos.
Fui criado com cães e não ia muito com a cara de gatos. Até conhecer uma gatinha linda chamada Mery. Ela ficou um fim de semana com a gente, e eu adorei aquela bolinha de pelo e aí partimos pra adoção.
Quisemos logo dois, para fazerem companhia um ao outro. Pegamos o Mike e a Nina como duas fêmeas, só mais tarde descobrimos que tínhamos um casal! Aí corremos fazer a castração do Mike! E sabe como era o nome dele? Isis! Quando veio a branquinha demos o nome pra ela.

LLPVocês acreditam que existe um certo preconceito das pessoas com relação aos gatos?
LM – Claro! Eu era um desses preconceituosos! A culpa é um pouco dos gatos também, heheheh
Você chama um cachorro e ele vem correndo te lamber! Não importa quem você é. Já o gato vai olhar pra você e pensar a respeito. Na verdade, sem querer ofender os gatos, mas os gatos são muito humanos! rsrsrs Se alguém chama você na rua você não sai correndo abraçar a pessoa, você vê primeiro quem é.
Acho que é isso que cria a fama dos gatos, junto com um monte de besteiras de superstições.

LLPO que esses bichanos acrescentam nas suas vidas (além de pelos e bagunça…rsrs)?
LM – Nos deram sentido de família. Nós ainda não temos filhos, então tratamos os 3 como tal. Até os chamamos de filhos!
Eles são o aconchego da casa, um ponto de refúgio com ternura e ronronos.
Também são as estrelas. Quando temos visitas, boa parte do papo gira em torno dos 3. Adoramos falar dos nossos gatos! Gostamos tanto que resolvemos fazer tirinhas com eles!

LLPO temperamento de cada um deles, mostrados nas tirinhas, reflete o que eles são na vida real?
LM – Com certeza! Pegamos as características de cada um e ampliamos, definindo suas personalidades.
O Mike realmente é o mais atrapalhado e o que costuma chamar mais atenção. Como ele é o macho dominante, acha que tem direito a tudo e é o melhor em tudo.  Costuma tirar as meninas de onde estão e deitar no lugar que elas estavam. Não importa quem a gente chame, sempre ele vem. E pede carinho, claro. O Mike tem um jeito único de se comunicar. Cada miado tem um significado. Ele é grandão e gordinho, uma delícia de abraçar!

Mike

A Nina é a resmungona. Se ela está em algum lugar e a gente tira, ela resmunga. Se tocamos ela pra dentro de casa, ela resmunga. Se a Michelle se mexe debaixo da coberta, ela resmunga! Também adora ir onde não deve e miar desesperadamente. Ela e o Mike eram muito grudados antes da chegada da Isis. Desde então só brigam, é raro ver os dois juntos. Achamos que é porque com a Isis a hierarquia ficou mais definida, e ela não aceita ser a segunda no comando. Apesar dos resmundos e da teimosia – ela é bem teimosa! – a Nina é uma lady. Sempre limpinha, sentadinha com as patinhas juntinhas, uma fofa! É o xodó da mamãe e também está bem gordinha…

Nina

A Isis é a nossa rebelde. É muito esperta e curiosa, mais enérgica que os outros dois. Como ela é a última na hierarquia, é a que pode menos. Por isso temos um cuidado muito especial com ela. Procuramos dar muito carinho e atenção, senão ela fica encolhida pelos cantos. Não costuma pedir carinho, então quando pede paramos tudo para atendê-la. Ela vive em torno do Mike, os dois estão sempre juntos e ela copia tudo que ele faz. Mas é mais esperta do que ele hehe

Ísis

LLPQuando e como surgiu a idéia do site?
LM – A Michelle queria desenvolver o desenho e precisava de um tema. Eu sugeri fazer tirinhas sobre nossos gatos. Como eu sou muito criativo, me oferecei para escrever as histórias.

As tirinhas super humoradas

E deu certo! A Michelle até entrou em um curso de desenho e tem melhorado bastante! Hoje o site é nossa diversão, é muito gostoso de fazer. A Michelle só desenha, eu cuido de todo o resto: tema, divulgação, blog e atendimento aos leitores.

LLPEsta semana foi lançada uma novidade no site: o Balaio de Gato (da qual nós já estamos participando, é claro :) ). Expliquem um pouco mais sobre essa ideia.
LM – Eu estava lendo a respeito da comunidade da Nike sobre o Nike Plus, pedi a alguns amigos que mostrassem e fiquei impressionado com a quantidade de pessoas trocando experiências sobre corrida. Tem de tudo lá! Desde rotas de corridas até as melhores músicas para ouvir durante um treino. E porque não fazer algo sobre gatos? 2 meses depois nasce o “Balaio de Gato“.
Já tínhamos visto blogs, listas de e-mail e comunidades no Orkut/Facebook sobre gatos, mas não um portal onde reunisse tudo. O Balaio é um espaço pros gateiros fazerem o que mais gostam: mostrar seus gatinhos, ver fotos e vídeos e falar sobre gatos! Como somos muito a favor da adoção, também criamos um espaço organizado para anúncios de adoção e feiras.

Inauguração do Balaio de Gatos

Além disso, também queríamos que a comunidade fosse referência, então temos artigos, classificados e anúncios de clínicas, veterinários, pet-shops e criadores. É o lugar para ficar horas curtindo tudo que tem.

LLPE, por último, sintam-se à vontade para deixar algum recado para os leitores do blog que, no geral, são apaixonados por bichanos.
LM – O gato nos ensina sobre amizade, limite, respeito, dedicação, carinho e companhia. Costumamos dizer que os gatos são um presente de Deus para nós, seres humanos. Um animalzinho tão livre, que escolhe ficar do seu lado.

A preguiça dos três peludos...

Os gatos são fofos, gostosos, quentinhos, macios e ainda ronronam! Eles são uma delícia :) Sempre agradeçemos pelos nossos e cuidamos para que eles tenham uma vida longa, saudável e feliz.

É isso aí. Espero que tenham gostado. Não preciso nem dizer que ADOREI, não é… ;)

Obrigado ao Leandro e à Michelle. E parabéns pelo trabalho, tanto das tirinhas, quanto da iniciativa do Balaio de Gatos. Não percam tempo, entrem agora mesmo e se cadastrem! Nós já estamos lá… :D


11 jun 2010

Participação de hoje: Mimi

Cris

Hoje a participação é muito especial. A Mimi é uma linda gata siamesa e que faz um grande trabalho: matar a saudade que o meu marido tem dos seus filhos felinos. Ele trabalha em outra cidade e passa a semana longe da gente. A Mimi o aguarda todos os dias quando ele chega do trabalho, esperando ganhar o cafuné que, sem falta, ele faz. A Mimi sobe as escadas com ele até o quarto e, depois que ele guarda os apetrechos que traz, ele se senta no chão e fica acarinhando a fofa longamente…

Mimi aguardando o cafuné

Ela pertence à dona da pensão onde ele mora, a Neuza. Mais especificamente, à filha dela, a Mayara. Elas ganharam a Mimi há quase nove anos atrás (ela faz aniversário dia 17 de novembro) e a tratam como uma princesa. Ela é castrada e só fica dentro de casa, onde é o lugar dos gatinhos.

Mimi se derretendo com um carinho no pescoço

Depois que começa o expediente (a Neuza tem um salão de beleza em casa) ela sobe para o quarto e lá fica quietinha, até que as clientes tenham ido embora. Uma verdadeira lady. Até ganhou um irmãozinho há tempos atrás, quando a Mayara achou um gatinho na rua. Trouxe o Tico (ganhou até nome) pra casa, cuidaram dele, deram casa, comida e roupa lavada. Mas, depois de três dias, um menino apareceu dizendo que era dono do gatinho (embora não cuidasse do bichinho) e o levou embora. Tirando estes poucos dias, a Mimi sempre foi filha única.

"Vou ganhar mais um pouco de carinho??"

Ela é uma mistura dos nossos dois siamesinhos, pois tem o pelo curto da Branquinha, mas a cara gorda e gostosa do Kotó. Quando não está no quarto curtindo uma caminha, tem uma casinha iglu super charmosa.

Esta é a participação de hoje. Muito especial de verdade. Obrigada, Mimi, por dar um pouco do carinho que os nossos gatinhos estão acostumados a dar para este homem que é mais do que especial pra gente.


28 mai 2010

Participação de hoje: Sita e Rama (também conhecidos como Pelica e Felpudo) ;)

Cris

Sim, eu sei que havia falado, na sexta passada, que hoje nós teríamos a participação dos cachorrinhos da Dica. Mas, se vocês conhecessem a Dica, já estariam esperando por isso… rsrsrs Não que a Dica seja enrolada, nem esquecida. Ela é só… a Dica. rs Mas, ela me prometeu!, que sexta que vem estará tudo pronto. Aguardemos.

Não é por isso que a nossa sexta ficaria sem participação especial. Aproveitando a dica de terça (sem trocadilhos :D ), as participações de hoje serão os dois ilustres gatinhos do blog Filé de Gato, a Sita e o Rama! Fiz uma entrevista via email (esse mundo moderno…) com a Carla Pilla, dona dessas fofuras, e uma fofa também.  Divirtam-se.

Rama e Sita

Rama e Sita no melhor lugar para se fugir de um aspirador de pó: em cima da geladeira

Lãs, Linhas e Pelos – Há quanto tempo os seus bichinhos estão com vocês?
Carla Pilla – O Rama e a Sita estão conosco há três anos e meio. São irmãos gêmeos – não parece né? – e nasceram com dois dias de diferença um do outro, algo raro mas que pode acontecer. Juntos, somam treze pesados e peludos quilos.
Agora que nos mudamos de Porto Alegre para o Rio de Janeiro, eles vieram junto, é claro!

LLP – Eles foram comprados, presenteados ou adotados?
CP – Eles foram adotados, mas não lembram disso. Estamos esperando a hora certa de contar a eles… ;-)
A mãe-gata deles era de rua, e foi recolhida prenha por uma senhora… Os filhotes nasceram na casa dela e, pelo site Protetores Voluntários, fizemos a adoção.

Pelica e Felpudo

LLP- São vacinados e/ou castrados?
CP – Vacinadíssimos e castradíssimos! Aliás, a castração foi um compromisso que assumimos na hora de adotar, com termos assinados e tudo. Assim, se evita propagar o problema do animal de rua, já que muitos são ninhadas de vira-latas abandonados ou mesmo gatos que cruzam com gatas de rua.
A rede nas janelas do apartamento foi outro compromisso que a entidade exigia, já que representa um risco real para os gatinhos. Os nossos, brincalhões e bobocas, já teriam caído no primeiro fim de semana…

LLP – Qual a sua experiência com gatos?
CP – Foram os primeiros gatos que tive de cuidar. Antes disso já tinha tido cachorros e até hamsters. Cada espécie ou, melhor ainda, cada bicho-indivíduo tem sua personalidade, que temos que aprender a respeitar, conviver e amar. No início, comprei livros: Gato – Manual do proprietário foi útil e divertidíssimo. Mas só se vai aprender o significado daquele miadinho diferente depois de ouvir muuuuuitos miados, né? Isso ninguém ensina!

Pelica e Felpudo

LLP – O que esses bichanos acrescentam na sua vida?
CP
– É como eu falo no blog: eles enchem meu apartamento de pelos e minha vida de ternura! Ou seria o contrário? hehehe.
Nossa, eles são meus amores, meus docinhos, minhas pestinhas, os príncipes da casa e do coração da “mamãe”. E ainda aquecem meus pés na hora de dormir e dispensam meu despertador na hora de acordar.

LLP – O que te levou a montar o blog falando sobre a Pelica e o Felpudo?
CP
– Esse foi um plano antigo que finalmente botei em prática! Sou ilustradora, e meu estúdio é em casa. Então, convivendo com o Rama e a Sita, surgiam várias ideias, altas inspirações e pirações… Brinco que eles são os piores estagiários que já tive, pois dormem no horário do expediente! E mesmo assim foram promovidos ao cargo de estrelas do blog, com direito até a nome artístico ;-)

Estudo Gatos

Carla, muitíssimo obrigada pela sua participação. Adorei te conhecer, assim como a Sita e o Rama. Eles são lindos demais! E gatinhos de muita sorte também por terem encontrado pais tão cuidadosos e amorosos. Além de muito responsáveis. Parabéns.

É isso aí… espero que tenham gostado da participação de hoje, porque eu amei!!! E rezem para que, até sexta que vem, nossa querida Dica consiga tirar as fotos… rsrsrs

Beijos e uma ótima sexta a todos!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...