19 jun 2010

Quer conhecer um dos melhores amigos das gateiras e gateiros?

Cris

Quando nós começamos a encher nossa casa de gatinhos, teve algo que surgiu abundantemente em nossas vidas, além de amor: os pelos. Sim, gatos soltam pelos, e muitos. Principalmente se é um gato com pelos longos como o Kotó. Quando são pequenos, quase não notamos, mas quando se tornam todos adultos, não há como não ver ou como fugir deles.

É claro que isso não muda em nada o quanto os amamos e como nos divertimos, só é mais um detalhe. Só que um detalhe que precisa ser pensado e resolvido. Quanto aos pelos nas roupas, eu já desencanei, ando como se estivesse usando a peça mais fashion do mundo… hehehehe Mas e no resto da casa?

No final do ano passado, cheguei à conclusão que um aspirador de pó seria de muita utilidade. Meu marido achava que era impressão, que iríamos comprar e ele ia ficar parado em um canto, sem uso. Mas aí, ganhamos um bônus em uma das lojas na qual fazemos compras online, ia sair quase de graça… compramos. E vou falar para vocês, se existe um utensílio doméstico que é um ENORME amigo das gateiras, é o aspirador de pó.

Não adianta varrer nem tirar os pelos dos móveis com pano, a gente só tira o pelo do lugar. Com o aspirador não, eles vão todos diretamente para o saquinho do aspirador, uma mágica!!! :) A primeira vez que troquei o saco do aspirador não foi por ele estar cheio (ele estava, mas não 100% ainda), foi porque aspirei um brinco de cima da minha penteadeira. Essas coisas acontecem… rsrsrs E como gostava muito do brinco, fui abrir o saquinho para resgatá-lo. Tudo o que eu posso dizer é: dava para fazer uns dois Kotós e ainda sobrava pelos para um filhotinho… :D

Hoje eu não vivo mais sem o aspirador. Como o cômodo da casa preferido pela Família Gatos é o nosso quarto, mais especificamente a nossa cama, eu costumo passar o aspirador sempre e é muito eficiente. Além de facilitar nossa vida ao extremo, consigo manter as coisas em ordem sem muito esforço.

Portanto, se você ainda tem dúvida entre ter ou não um aspirador, eu digo: tenha com fé! Assim como um veterinário, ter um aspirador de pó é um item que não pode faltar na vida de quem tem gatos… rsrsrs


16 jun 2010

Quanto custa ter um gato? E um cachorro??

Cris

Como diria o slogan da Pedigree, adotar é tudo de bom… mas e depois da adoção? Um dos quesitos da posse responsável é poder proporcionar qualidade de vida ao nosso animalzinho, com boa ração, vacinas, veterinário, brinquedinhos… e isso custa dinheiro. Você sabe quanto? Para ajudar com essas informações, indico dois links.

Um deles é um artigo da ARCA Brasil intitulado “Os primeiros passos do cão em seu novo lar“. Tem informações excelentes e esclarecedoras sobre o que é necessário fazer, o que comprar, quais vacinas e quando dá-las, e mais um monte de coisas. Nele não há preços mas, sabendo o que precisa ser comprado ou feito, basta fazer uma rápida pesquisa na cidade onde se mora e teremos uma noção dos custos.

O outro é um post do blog da Lu Monte, o Cadê o Atum?. O título do post é “Quanto custa ter um gato?” e nele ela fez um levantamento detalhado sobre os custos iniciais e mensais de se ter um gatinho. Só precisa atualizar os valores para aqueles praticados no lugar onde você mora.

Prontinho. Assim você já tem uma noção do quanto custará seu bichinho e se estará preparado para isso. Pois ver a felicidade deles, como disse a Lu no seu post, não tem preço;)


16 jun 2010

Cartilha de Direitos Animais para crianças

Cris

Cartilha Ulinha: Direitos Animais para crianças

Está disponível para download e reprodução livre, a terceira edição da “Cartilha Ulinha: Direitos Animais para crianças”, que está sendo aprimorada de acordo com a colaboração de pessoas que sugerem mais temas ou pequenas correções.

A cartilha é elaborada por uma educadora e uma publicitária, integrantes do grupo União Libertária Animal (Ula!), unindo assim, especificidades da educação progressista libertária e o lindo apelo visual das artes gráficas às questões filosóficas e práticas (abolicionismo e veganismo) dos Direitos Animais; tudo em uma linguagem especial para essa faixa etária que está em pleno desenvolvimento! O resultado é uma cartilha diversificada e inédita, para crianças a partir dos 5 anos de idade, com muita informação e ludicidade.

O objetivo pedagógico da cartilha é ser um recurso para a educação não-formal, desenvolvendo uma educação humanitária e crítica-transformadora, voltada para a desconstrução de conhecimentos opressores e cartesianos, condicionados pela educação formal tradicional, reprodutora e mantenedora do status quo, seja do animal humano ou não-humano.

Muitas informações contidas na cartilha, são inéditas até para muitos adultos, o que amplifica de maneira espiral a transmissão dos conhecimentos da cartilha, tendo como epicentro a criança, que por sua vez, está em fase latente de diagnosticar e assimilar conhecimentos, com senso questionador ainda ativo.

Como inspiração inicial, tiveram a cartilha Fulaninho, do Instituto Nina Rosa e as cartilhas do ProBem. No entanto, ambas se atém a guarda responsável; por isso a iniciativa em elaborar atividades infantis que integrassem os animais em geral, desconstruindo o especismo e a coisificação.

A cartilha possui atividades que abordam a guarda responsável, senciência, exploração de animais para entretenimento humano (zoológicos, circos e rodeio), a manutenção de animais confinados (pássaros em gaiolas), alimentação ética, consciência ambiental, etc.

A cartilha faz parte do Projeto Ulinha e está para download abaixo, gratuitamente e de livre reprodução!

Para se tornar um apoiador da cartilha, ajudando na reprodução, entre em contato:
contato@uniaolibertariaanimal.com

Fonte: ULA! União Libertária Animal


15 jun 2010

Dica da Terça: sites de Direitos dos Animais

Cris

Hoje não é só uma dica, são dois sites sobre direitos dos animais: o ANDA (Agência Nacional de Direitos Animais) e o ARCA (Associação Humanitária de Proteção e Bem-Estar Animal).

Os dois sites têm notícias, falam sobre posse responsável e trazem muitas informações sobre Direitos dos Animais e Adoções. Vale a pena acompanhar…


8 jun 2010

Lugar de gato é dentro de casa

Cris

Reportagem fantástica no site Portal Nosso Mundo, escrita por Silvia Schultz, falando da criação de gatos dentro de casa. Algo praticamente impensável há algum tempo atrás, hoje em dia sabemos que o lugar mais seguro para os gatos é dentro de casa sim. Desta forma eles ficam mais saudáveis e vivem por muito, muito, muito mais tempo. Para ler, entrem aqui.

Dica: no final da reportagem tem um link de leitura recomendada falando da telagem e proteção de casas e apartamentos para impedir a saída dos gatinhos. Vale a pena dar uma olhada, pois tem soluções super bacanas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...