Hoje é o dia: #catloversday!

Cris

Gatos… o que falar destes seres tão misteriosos, tão elegantes e altivos? Só quem já teve um gato sabe como é delicada a sua companhia. Mas o “ter” não seja entendido como ter sido seu dono, pois gatos não pussem donos… eles simplesmente nos dão a infinita alegria de compartilhar seus preciosos momentos conosco… na realidade, NÓS pertencemos a eles. Cachorros são estridentes, saltitantes, carentes. Gatos são sutis, temperamentais e sazonais. Podem te querer extremamente hoje e, por uma atitude que você nem sabe qual foi, te ignorar completamente amanhã. Simples assim, sem precisar dar explicações ou pedir desculpas. Aliás, gatos nunca se desculpam.

Mas é nessa delicadeza e sutileza que está toda a magia da companhia dos gatos. Quando nos olham, parece que conseguem enxergar nossa alma. E enxergando-a, conseguem nos dar exatamente o que estamos precisando naquele momento, seja uma estripulia moleca que nos faça gargalhar, seja um olhar de solidariedade e uma companhia lânguida, por horas ou minutos a fio, o suficiente para secar nossas lágrimas e tirar novamente um sorriso dos lábios.

les sabem ser gratos também. Apesar de toda a sua altivez, eles sempre sabem quando foi a nossa mão amiga que os retirou de uma situação complicada, da frieza das ruas. Dos nossos sete bichanos (sete é um número que combina com gatos, não é verdade?), quatro vieram diretamente das ruas, duas já adultas, e três nasceram no conforto de uma cama quente e de um prato de ração premium. Não vou dizer que os quatro primeiros sejam mais gratos, ou mais amoros, ou mais companheiros. Todos eles possuem seu jeito e sua personalidade, seu modo de dizer que nos amam e que se sentem em casa, em um lar. Mas dos outros quatro, ah… três deles são diferentes. A não ser o Cisquinho, que parece achar que é uma dádiva todos nós, gatos e humanos, podermos compartilhar de sua sublime companhia. Se existe um gato convencido, é aquele. Mas os outros três, têm um quê de diferente, têm uma companhia constante, como se quisessem dizer que eles sabem do que se livraram, e que gostam da nossa companhia, sabem que estão em um lugar de amor, carinho e cuidados. E que gostam disso.

Mas, por mais que eles nos demonstrem carinho e amor, não há como negar que sempre existe esse sentimento de que, no final de tudo, são eles que estão nos concedendo um favor. E eu me sinto grata, imensa e completamente grata, por ter tido a oportunidade de trazer esses sete peludinhos queridos para as nossas vidas. Dormir e acordar todos os dias com eles é uma lição de afeto. Nossa casa é mais alegre por causa deles. Meus dias são mais felizes por causa deles. E, no final das contas, minha vida tem mais sentido porque eles existem aqui, conosco.

Bebês, mamãe ama a todos vocês do fundo do coração.
Feliz #catloversday!!!!

Branquinha

Cisquinho

Garfield

Kotó

Lindinha

Nina

Pretinha

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

Um comentário para “Hoje é o dia: #catloversday!”

Deixe um comentário