Não, eu não morri… nem a Família Gatos, muito pelo contrário ;)

Cris

Às vezes eu me impressiono comigo mesma… Já se foram mais de 4 meses desde o último post!! Tudo bem, não preciso publicar 4 posts por dia, como fiz durante um curto período. Mas 4 meses… eu tenho que concordar que é demais.

Mas sabem quando sua vida vira do avesso? Pois é, foi o que aconteceu comigo nestes últimos meses. Pensei que mudar de casa, emprego e cidade já era coisa demais, mas eu estava enganada, o pior ainda estava por vir. Mas o blog não é para minhas lamentações pessoais, certo. O objetivo aqui é falar dos meus trabalhos manuais (oi?! será que ainda sei??) e dos nossos filhos bichos. Quanto aos filhos peludos, só tenho uma coisa a dizer: a família aumentou nos últimos dias… rsrsrs

Como são apresentações distintas, resolvi fazer dois posts para inserir os novos membros no blog. E este primeiro post vai para os nossos dois filhos peludos, orelhudos e que não miam. Nem latem. Dá para acreditar, arrumamos mais dois filhos que não são nem gatos nem cachorros! Na realidade, eu acho que eu e meu marido sofremos de extrema falta de juízo. Mas fazer o que, nós simplesmente não conseguimos nos controlar 100% do tempo. Ainda bem que mantemos o controle em 99% dele, ou não teríamos mais espaço para nós dentro nem fora de casa!! :)

Bem, primeiro vem nossa maior dificuldade: não sabemos se somos pais de um casal ou de dois meninos. E a Internet não ajudou muito na solução dessa dúvida! A diferença dos sexos nessa espécie não é muito fácil mas, pelo comportamento de ambos, estou inclinada a dizer que são dois meninos. Por isso, vou chamá-los pelo nome que demos a eles no dia em que os encontramos: Tico e Teco. :D

Agora, vamos à questão da espécie… eles são dois coelhos. Isso mesmo, agora temos gatos, cachorra e coelhos!! Digam se isso não é falta de juízo? Mas o que fazer quando se está andando de carro, de madrugada, e nos deparamos com dois coelhos perdidos, correndo desesperadamente pelo meio das ruas, fugindo de cachorros e dos carros, prontos para irem para uma grande avenida e serem atropelados? Parar o carro e correr atrás deles, lógico! Mesmo que seja 2 horas da manhã e os outros carros passem e seus ocupantes fiquem olhando para você como se fosse um maluco fugido do pinel… rsrsrs

Acreditamos que os dois tenham sido abandonados na rua de madrugada (o que é comum, segundo alguns depoimentos de veterinários que já vi), pois não conseguiam achar nenhum lugar para se esconder. Se tivessem saído de alguma casa na rua onde estavam, com certeza teriam voltado pelo mesmo buraco que saíram ao primeiro sinal de perigo, o que não era a realidade da situação. Eles fugiam desorientados e assustados, sem encontrar um lugar para se esconder e proteger. Foi uma cena muito triste e não conseguimos entender como algumas pessoas simplesmente descartam seus animais de estimação como se fossem um sofá velho e sem serventia. Alguém entende??

Depois de pegarmos aquelas duas coisinhas peludas e assustadas, não pudemos ter outra atitude a não ser trazê-los para casa. Mas e depois? Uma ideia foi levá-los para uma casa de rações ou agropecuária e deixá-los lá para que alguém os adotasse. E deu coragem? Claro que não! No momento eles ganharam um apartamento no nosso banheiro social, mas neste final de semana ganharão um viveiro no quinta (não é, meu amor?? :) ).

Eles são uma graça e não dão um pingo de trabalho. Nos primeiros dias, quando entrávamos no banheiro, eles fugiam para se esconder. Agora, quando entramos, eles correm em nossa direção e querem subir no colo… é uma graça!!! E, para acabar com o suspense, seguem as fotos dos dois fofos!!

Ah, e não percam: logo (amanhã, se tudo der certo!!), mais um post com um novo membro da família. ;)

Esse é o Teco, cinza fofo de patinhas brancas!!

Esse é o Tico, branquinho de olhos vermelhos, como um coelhinho da Páscoa :D Será que teremos ovos de chocolate no ano que vem??

Aí estão o Tico, o Teco e a graminha que papai pegou no quintal em plena madrugada... agora eles preferem cenoura e couve rsrsrs

Tico, Cisquinho e Garfield se apresentando. Convivência pacífica, acreditem.

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Be Sociable, Share!

4 comentários para “Não, eu não morri… nem a Família Gatos, muito pelo contrário ;)”

  • Cris Diz:

    Nem me fale, Belinha!!
    Às vezes eu passo por períodos conturbados, seja no trabalho ou na vida pessoal, e simplesmente não consigo manter a regularidade do blog.
    Espero que as pessoas que o acompanham consigam perdoar isso… rsrsrs
    E viu só as coisas fofas que encontramos na rua?? Agora já estão devidamente instalados em um viveiro grande, no quintal, e nunca mais voltarão a ser esses seres limpinhos que estavam nas fotos. Eles cavam buracos o dia inteiro e estão de terra dos pés à cabeça! Mas estão muito felizes. :) Vou tirar fotos para mostrar depois.

  • belinha Diz:

    Tão fofinhos! Eu também não teria coragem de deixar!Felizmente encontro alguém que também para de actualizar o blogue por longos períodos, LOL! ;)

  • Cris Diz:

    Pois é, Lu… tem horas que nem eu acredito… rsrsrs
    Mas não tinha outra coisa a ser feita. E eles são muito fofos! Não ficam o tempo todo com os gatinhos, mas têm momentos de laser em comum. Por incrível que possa parecer, os gatinhos têm mais medo deles do que os coelhos dos gatinhos! rsrsrs
    E aguarde, a família aumentou ainda mais… logo você vai ver. :D

  • Lu Monte Diz:

    Hahahahahaha! Não acredito que adotaram dois coelhos! Pelo jeito tinham dono mesmo, parecem mansos… e coelhos geralmente são assustadiços. mas é incrível que não tenham virado petisco pros gatos. :P

    Espero que as coisas tomem um bom rumo por aí!

Deixe um comentário